A coragem que vence o medo

A coragem que vence o medo

Em Colossenses 2.15, vemos que Jesus, quando morreu, despojou os principados e as potestades e “publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz”. Isso nos mostra que Jesus já derrotou totalmente a Satanás. Devemos estar sempre ajudando o povo de Deus a enxergar esta realidade espiritual; pelo espírito de fé, esta realidade espiritual vai se materializar em nossa cidade, na vida dos cidadãos de nossa cidade.

Dizem que Martinho Lutero estava deitado sozinho em sua casa, quando de repente ouviu a porta abrir. Ele ficou meio assustado pensando que poderia ser um ladrão, mas ficou aguardando. Ouviu os passos dessa pessoa, o barulho da porta de seu quarto abrindo e a sensação de uma pessoa sentada em sua cama, e então virou-se para ver quem era, e vendo que era o próprio diabo, disse “Ah! É só você!” E virou-se e continuou a dormir. Por quê? Porque ele conhecia a palavra onde declara o diabo como derrotado. Uma vez que o povo tem coragem, tem um espírito de fé, não teme mal algum porque sabe que o Senhor está presente e que o diabo já é um derrotado.

Paulo diz para Timóteo que Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas espírito de poder, espírito de amor, espírito de moderação. Em Hebreus 2.14 está escrito: “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, desses também ele igualmente participou para que por sua morte destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber o diabo”.

No grego, a palavra destruir não significa que ele não exista mais; significa, sim, que ele não tem mais nenhum poder, ou seja, que o seu poder foi paralisado por completo. Há uma ilustração para representar isto. Acho que muitos de vocês já a conhecem, mas este exemplo é tão bom que não me canso de repeti-lo. Havia uma multidão caminhando na Amazônia – e lá existem cobras muito grandes e em grande número – e todos andando em fila indiana. Lá pelas tantas, viram ao longe uma cobra enorme, e começaram então a fazer um grande desvio. Também vinha caminhando um menininho, bem simples, e o avisaram sobre a cobra, mas ele não deu importância. As pessoas gritavam, avisavam e como ele já estivesse bem próximo da cobra, não quiseram mais salvá-lo, pois ficaram com medo.

Então, o menino chegou ao lado da cobra, e sentou na cobra, deitou sobre a cobra! Mas por quê? Porque ele já sabia que a cobra estava morta. Então, o cristão mais que vencedor sabe que Jesus já esmagou a cabeça da antiga serpente e proclama que maior é aquele que está nele do que aquele que está no mundo. Porque ele sabe que o diabo já está derrotado em nome de Jesus. Amém!

Sobre o autor: 

Pr. Abe Huber,  é diretor e pastor-presidente da Base Regional da Igreja da Paz São Paulo. Supervisor das Bases Regionais da Igreja da Paz em Santarém (PA) e Fortaleza. Idealizador e gestor da Visão MDA. Além de autor de livros, manuais e apostilas, é também pregador e palestrante em eventos nacionais e internacionais.

Fonte: www.revistamda.com