A identidade do seguidor de Jesus

Cruz - shutterstock_70215502Mandamento é diferente de sentimento. O amor é mais do que um sentimento. Como mandamento, o amor envolve atitudes; ele pode até envolver sentimentos, mas concretiza-se mesmo é em atitudes . Exemplo disso é dar de beber ao inimigo que tem sede, como diz Romanos 12.20: “Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque fazendo isto amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça”. Outro exemplo é cuidar da esposa como se cuida do próprio corpo como enfatizado em Efésios 5.28: “Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama”.

Então, fica demonstrado que o amor é esse caminho sobremodo excelente. João diz no capítulo 13, verso 35 de seu evangelho: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. Assim, o amor é um mandamento compulsório, não opcional. Esse amor verdadeiro é também a genuína marca identificadora do cristão, pois ele é condição essencial para que saibam que somos seguidores de Jesus.

Não é através da nossa roupa que alguém vai saber que somos seguidores de Jesus. Existem pessoas que nunca entregaram sua vida para Jesus – e até mesmo ateus – mas que se vestem de uma forma decente. O cristão deve se vestir de uma maneira decente, é óbvio, mas não são as roupas comportadas e modestas que vão determinar que alguém tem real compromisso com Cristo. Também não são os clichês ou o o linguajar denominado de evangeliquês que vai dizer que somos autênticos discípulos de Jesus ou que amamos como Ele espera. Quem nunca ouviu essa linguagem? “Oh glória a Deus!” “Aleluia, irmão!” ” Tá amarrado!” “Receba a bênção, aleluia!” “Misericórdia!” “Queima, Jeová!”

Todas as expressões acima são linguagens que os evangélicos usam, mas entre eles há gente que nunca teve uma experiência com Jesus, e que mesmo assim aprendeu o dialeto evangeliquês: consegue falar bem a linguagem dos crentes, e muitas vezes, “sem sotaque”. Não é grande coisa saber falar a gíria gospel, pois Paulo diz que mesmo que falássemos a língua dos anjos e dos homens, sem amor, ela se nada nos aproveitaria. (I Coríntios 13.1)

Agora, qual a verdadeira marca identificadora do cristão? “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros”. É só você passar um pouquinho de tempo com aquela pessoa e logo você saberá se ela teve uma experiência verdadeira com Jesus , ela vai ser uma pessoa diferente; ela vai andar em amor. Esse amor em nossa vida é a marca identificadora do verdadeiro seguidor de Jesus. Agora como é esse caminho, o caminho do amor?

, Artigos