A importância do discipulado – Lançando fora o medo

confesTalvez o maior medo dos líderes relativo à prestação de contas seja a reação negativa daqueles a quem prestem contas e o que isto produzirá no coração deles. Isto faz com que os líderes acabem sempre decidindo pela fuga , esta, porém, não é a solução para nossos problemas.

Sei o quanto é difícil acreditar nas pessoas, olhar para elas e abrir o coração, expor os sentimentos mais profundos. Não é fácil desnudar a alma, mas isto pode e precisa ser feito; porém, esta decisão é somente sua.

Mas quando prestamos contas de nossas emoções sentimentos e pensamentos seja uma liderança geral ou a um discipulador individual, o Pai age sobre nós trazendo cura e libertação.

Isto precisa se tornar um hábito. Por isso, é extremamente necessário que os discipuladores verdadeiramente ouçam a vontade Dele. Entretanto, mesmo que aconteçam algumas falhas , é muito melhor ser alguém que presta contas de suas fraquezas e debilidades do que não falar nada, ou pensar que não precisa de um discipulador ou de uma cobertura.

Pessoalmente, eu acho muito perigoso andar sozinho. Minha sugestão é que ninguém caminhe com alguém que esteja sem cobertura espiritual ou um discipulador, pois quem anda dessa forma está dizendo para Deus que não precisa de ninguém.

Todavia, se de fato dependermos de Deus, optaremos por abrir o coração sem nos preocuparmos com as consequências.

O orgulho, a razão e a vontade serão postos de lado para que Deus seja glorificado através de tal transparência.

Prestação-de-contas-no-discipuladoExtraído do Livro “Prestação de contas no discipulado” – Elvis Oliveira & Marivaldo Rodrigues, Yesbooks Editorial, 2015.

Se deseja saber mais sobre o assunto, clique na imagem ao lado e adquira o livro.