Acabou de se converter: O que fazer agora? (Parte 1)

11150460_381519012032605_1094412636606705488_nEsta é uma pergunta muito importante que todos deveriam saber a resposta: O que fazer quando alguém se converter? Mas, na realidade, muitas pessoas não sabem como proceder diante dessa situação. Muitos líderes não sabem o que fazer com o novo convertido. Pela graça de Deus, temos aprendido com nossos líderes verdades simples, mas de grande importância para nossa igreja. Acredito que se têm funcionado aqui conosco, funcionarão em outras igrejas também, com a ajuda do Senhor.

A. Como fazemos em nossas igrejas:

Depois que a pessoa preenche a ficha de novos convertidos, no final do último culto, ou na segunda-feira pela manhã, o líder dos conselheiros, ou um obreiros responsável que foi designado pela liderança da igreja local, reúne-se com os demais pastores, ou pessoas que também foram treinadas para ajudá-los, para fazer o contato 24 horas.

Esse contato deve ser feito na segunda-feira pela manhã. Se a pessoa a ser contatada for um homem, quem deve fazer o contato deve ser outro homem, um pastor ou um obreiro; se for mulher, uma pastora ou obreira deve desempenhar essa função.

É muito importante que a pessoa que for fazer o contato trate o novo convertido com muito amor e carinho, parabenizando-o pela decisão de seguir Jesus e encorajando-o a permanecer firme na fé em Cristo.

Lembro-me muito bem o que um novo convertido disse quando eu fiz o contato 24 horas, no domingo. Ele havia tomado a decisão, preenchido uma ficha e recebido um livro de presente da igreja. Um conselheiro lhe disse que alguém iria entrar em contato. Na hora, ele disse que não acreditou, pois já tinha frequentado outras igrejas que também pegaram seu nome e contatos, e nunca ninguém fez sequer uma ligação para ele. E, então, ele estava desacreditado, e não esperava que alguém fosse lhe ligar, e muito menos um pastor.

Na segunda-feira, pela manhã, eu recebi a ficha dele. Logo em seguida, liguei para ele. Quando me identifiquei, ele ficou tão feliz que até chorou de alegria, pois não estava acreditando que um pastor lhe havia ligado.

Para mim, foi só uma ligação de boas-vindas, um simples contato, ms, para ele, foi algo muito importante. Aquela atitude mudou sua vida, pois ele se sentiu muito amado, cuidado  e importante para Deus e para a igreja local. Decidiu congregar fielmente e até hoje tem permanecido fiel com toda sua família.

Existem muitas pessoas que um dia tomaram a decisão de seguir a Jesus, mas que nunca mais voltaram à igreja, porque faltou alguém que fizesse um simples contato, uma ligação cheia de amor, de carinho e fé. E elas voltaram para o mundo, sem Jesus.

Para muitos líderes, ou para você, uma ligação ou visita pode parecer algo insignificante, mas, para um novo convertido, faz toda a diferença.

consolida_o

Extraído do Livro “Consolidação – O desafio de não perder nenhum” – Elivaldo Canté, MDA Publicações, 2016.

Se deseja saber mais sobre o assunto, clique na imagem ao lado e adquira o livro.