Como preservar a grande colheita





como-preservar-a-grande-colheita-visao-mda-portal-mda-celula-discipulado-abe-huber-visao-celular
“… muitas igrejas dotadas de fortes ministérios evangelísticos, e que observam números consideráveis de novos convertidos entrando em suas igrejas, possuem também portas escancaradas nos fundos. O crescimento anual dessas igrejas não reflete o ingresso de novos membros como deveria”
(Joel Comiskey).

Como observa Comiskey, muitas igrejas não tem conseguido consolidar os frutos que colhem, tanto em seus cultos quanto em eventos de evangelismo. Muitos têm feito estimativas sobre os que permanecem na fé depois das grandes concentrações evangelísticas. Os números variam dependendo da região em que os eventos evangelísticos acontecem.

Na maioria dos lugares ficam fiéis na igreja em torno de 5% dos frutos reais desses trabalhos em massa; às vezes esses números aumentam se houver um pouco de trabalho de discipulado. Comiskey apresenta ainda uma estatística onde os números variam entre 3 e 16% dos que vão à frente decididos por Cristo e que realmente permanecem depois. Trabalhos em massa e grandes campanhas têm o seu valor, como teve no dia de Pentecostes, quando cerca de 3.000 almas foram salvas, permanecendo fiéis com números próximos a 100%.



Diz-se que o grande segredo que fez com que tanta gente permanecesse fiel na igreja primitiva é o mesmo a ser aplicado hoje: as pessoas precisam ser integradas, consolidadas e discipuladas dentro do contexto de um pequeno grupo onde criassem vínculos e relacionamentos profundos. O ser humano precisa de Cristo, mas tem dificuldade de segui-Lo de forma isolada; precisa de um grupo ao qual pertencer – uma família de fato e de verdade.

Extraído do Livro “Visão Panorâmica da Igreja em Células” –  Argenildo Carvalho, MDA Publicações, 2010.
3D Livro Visao Panoramica

Clique aqui e adquira nossos produtos.