Desenvolvendo discípulos saudáveis por meio da célula

formar-discipulos-célula-mda-770x470A célula, como um útero, nutre os bebês e os prepara para o mundo exterior. Um útero provê os nutrientes e a atmosfera necessários para a formação plena de um bebê. No entanto, ouvimos histórias terríveis de mães que não cuidaram de sim mesmas na gravidez (com uso de drogas, cigarro ou má alimentação) e geraram filhos prematuros ou mesmo deformados. Eu ainda ensino que as células são formadoras de líderes, mas agora sou mais cauteloso, para não gerar bebês que não são saudáveis. No passado, fui culpado de multiplicar bebês prematuros.

Estava tão desejoso da multiplicação que não me concentrei o suficiente na saúde da célula-mãe ou do bebê recém-nascido. Depois de ver tantas células morrerem ou enfraquecerem com poucas pessoas, agora faço campanha por líderes de células saudáveis. Agora, aconselho igrejas a garantirem que os futuros discípulos sejam nutridos e preparados na célula-mater de forma saudável. Como? Vou mencionar quatro áreas:

1. Comunidade: É possível multiplicar um líder doente que não sabe se relacionar com outras pessoas. Isso é especialmente verdade no mundo ocidental, onde os relacionamentos não são prioridade. Um futuro líder precisa estar apto a acompanhar outros, apreciar mais o outro do que a si mesmo, ouvir as pessoas e desenvolver relacionamentos saudáveis. A célula é um ambiente perfeito para que isso aconteça, mas a célula-mãe precisa garantir que os futuros líderes estejam crescendo em comunidade, antes de serem líderes de célula.

2. Sacerdócio dos crentes: O futuro líder sabe que presente é esse? O ambiente da célula é o lugar perfeito para que os futuros fazedores de discípulos entendam o seu papel no Corpo de Cristo e exercitem seus dons. Não entrarei em detalhes nesse tópico, uma vez que já escrevi exaustivamente sobre o uso dos dons espirituais na célula em dois livros: “O Grupo Pequeno Cheio do Espírito” e “Discover (este ainda sem tradução em português)”.

3. Evangelismo em grupo: Se um futuro discípulo não experimentou o evangelismo em sua célula-mãe, muito provavelmente não a exercerá no novo grupo. A célula-mãe deve prover o nutriente do evangelismo em grupo ao orar por aqueles que não têm Jesus, alcançando-os, indo ao encontro de suas necessidades, visando a multiplicação do grupo.

4. Multiplicação da equipe: Liderança no Novo Testamento é sempre liderança em grupo. Depois de ver muitos fracassos com células que começavam com UMA pessoa, estou convencido de que o novo grupo deve ser constituído de pelo menos DOIS, se não mais. Passei a apreciar igrejas em células que primeiro desenvolvem uma nova equipe na célula-mãe e depois multiplicam a nova célula com uma nova equipe no lugar.

Algumas igrejas em células esquecem o lugar vital do útero da célula na preparação de novos líderes. Eles se concentram corretamente no trilho de treinamento e mentoreamento, mas esquecem que a célula exerce um papel fundamental de fazer discípulos que fazem discípulos — justamente como um útero materno saudável. Como Jesus, que fez discípulos de qualidade, Deus está chamando igrejas em células para reajustar o foco na qualidade dos novos discípulos, para garantir saúde e crescimento no futuro.

Artigos do seu Interesse