Entenda mais como não julgar uns aos outros




Entenda mais como não julgar uns aos outros

 

C.S. Lewis disse certa vez que orgulho é colocar os outros para baixo a fim de nos fazer parecermos bem. Orgulho, em outras palavras, se manifesta quando nós julgamos os outros. O processo de pensamento é:  ” Na verdade, estou indo muito bem em comparação a fulano de tal.” Paulo pede aos crentes para escolherem o caminho mais alto, dizendo: “Portanto, deixemos de julgar uns aos outros. Em vez disso, façamos o propósito de não colocar pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão” (Romanos 14.13).

Eu estive recentemente em uma igreja em que senti o amor de Deus em toda a congregação.

Como eu passei um tempo com a liderança da igreja, percebi que um valor-chave que eles praticavam era a recusa a prejudicar alguém, aliada ao compromisso de falar positivamente sobre os outros. A atmosfera edificante da igreja atraía pessoas como um imã, e ao fim de tudo, Jesus era glorificado.



As pessoas já recebem bastante críticas, tanto de sua própria consciência, como daqueles ao seu redor. O mundo, a carne e o diabo são campeões em menosprezar os outros. Paulo diz:

“Portanto, não julguem nada antes da hora devida; esperem até que o Senhor venha. Ele trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações. Nessa ocasião, cada um receberá de Deus a sua aprovação” (I Coríntios 4.5).

O juízo pertence a Deus. Só Ele conhece e vê toda a história. Somos tão limitados naquilo que conhecemos e percebemos que é muito melhor deixar o julgamento nas mãos de Deus, sabendo que Ele revelará todas as coisas no seu tempo.

LIVRODISCIPULADORELAC
Extraído do Livro “Discipulado Relacional” – Joel Comiskey, MDA Publicações, 2014.
Clique aqui e adquira nossos produtos.



, Artigos

Artigos do seu Interesse