Fazendo a unção do líder

samuel-unge-daviA consagração de novo líder não é uma regra que tenha de ser seguida à risca, porém é algo motivador e tem fundamento bíblico, tanto no Antigo como no Novo Testamento. Por exemplo, em números 11.16-17, lemos:

Disse o SENHOR a Moisés: Ajunta-me setenta homens dos anciãos de Israel, que sabes serem anciãos e superintendentes do povo; e os trarás perante a tenda da congregação, para que assistam ali contigo. Então, descerei e ali falarei contigo; tirarei do Espírito que está sobre ti e o porei sobre eles; e contigo levarão a carga do povo, para que não a leves tu somente. 

Esta unidade de espírito é extremamente necessária para o trabalho de células, o que significa saber agregar valores. Nós sabemos que não é possível crescer no ministério sem bons cooperadores que tenham o mesmo espírito.

Exemplo pessoal na unção dos líderes 

Na rede de células que eu lidero, faço questão de consagrar todos os novos líderes. Só não faço quando não é possível, pois sempre têm várias células se multiplicando no mesmo dia. Creio que, fazendo dessa forma, vou manter minha equipe motivada, com  líderes com as minhas características.

No Novo Testamento, o apóstolo Paulo ensina em Tiago 5.14 que o óleo serve até para curar enfermidade físicas. Veja o texto: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo, em nome do Senhor.”  O que faz toda diferença nesse caso não é óleo em si, mas a oração da fé. Para mim funciona porque eu creio. Se você crer, Deus assina embaixo e você recebe o selo da vitória, e seus discípulos serão poderosos. Glória a Deus!

AS4COLUNASMDA

Extraído do Livro “As quatro colunas do MDA” – Rone Feijão, MDA Publicações, 2014.

Se deseja saber mais sobre o assunto, clique na imagem abaixo e adquira o livro.