Ganhar a pessoa primeiro para você

ganhar pessoa primeiro para voce fator barnabePara ser um Barnabé, a primeira coisa que você deve fazer é pegar um convertido que não esteja integrado na vida da igreja. Primeiro você ganha a pessoa para você, depois ganha-a para Jesus.

Aprendendo como ganhar a pessoa primeiro para você

É assim que funciona, tomando como modelo para você aquilo que Barnabé fez com Saulo. Eu acredito que ele viu em Saulo o que mais ninguém via. Ele pode ter chegado para Saulo, e dito:

– Eu quero convidá-lo para almoçar lá em casa.
Isto deve ter feito muito bem para Saulo, pois ele podia estar sentindo que ninguém acreditava nele. Depois, quando estavam almoçando, Barnabé pode ter prosseguido:
“Irmão, conte-me a sua história”.
E o Saulo contou uma das história mais fantásticas que Barnabé já ouviu em toda a sua vida.

Saulo contou sobre a estrada de Damasco, sobre a luz que brilhou muito forte deixando-o cego por três dias, e de como Ananias foi lá e orou por ele. Que história fenomenal! Barnabé viu que o homem estava falando a verdade e acreditou nele. Depois de ouvir a história de Saulo, a Bíblia diz que Barnabé tomou Saulo consigo e o levou aos apóstolos, e lhes contou como Saulo vira o Senhor no caminho. Contou-lhes como Saulo pregara ousadamente em Damasco, em nome de Jesus.

É interessante perceber que era Barnabé quem levava Saulo até os líderes da igreja, e era ele também quem contava o testemunho de Saulo. “Ele viu Jesus. Jesus falou com ele pessoalmente na estrada de Damasco. Ele é um homem de Deus”.

Será que é assim que nós fazemos depois de trabalhar com uma pessoa, depois de conhecê-la e ela nos contar o seu testemunho? Você vai apresentando a pessoa para os irmãos:
“Olha, este aqui é nosso líder de louvor”.
“Este aqui é nosso pastor…”
“Este é o Irmão Rosemir, que cuida da mesa de som…”

Assim você vai entrosando a pessoa na igreja, para ela se sentir como um peixe dentro d’água. Dessa maneira ela vai conhecendo quem é quem, familiarizando-se com o ambiente e com as “normas da casa”. Porém, integrar é muito mais profundo do que só entrosar.

Lembre-se…

Foi depois que Barnabé vivenciou na prática o significado de seu próprio nome que os apóstolos deram-lhe esse apelido. O resultado é que ele passou a andar com os discípulos, entrando e saindo livremente de todos os lugares, pregando ousadamente em nome do Senhor. Quando teve a oportunidade, fez do Saulo um peixe dentro d’água. O próprio Saulo, agora, começou a pregar em nome de Jesus, contando seu testemunho pessoal e demonstrando que Jesus era o Messias.

Livro O Fator Barnabé

Extraído do Livro “O Fator Barnabé” – Abe Huber, MDA Publicações, 2009.

Se você desejar saber mais sobre o assunto, clique na imagem e adquira nossos produtos.

, Artigos

Artigos do seu Interesse