Suprindo necessidades sociais por meio da célula

célula_unida_mda-770x470Lembro de um empresário influente no Equador que era apaixonado por suprir as necessidades do povo daquele país. Ele era brilhante, influente e zeloso por ajudar os pobres e necessitados. Ele pressionava a equipe pastoral para organizar um ministério de alcance social e logo nos fez fazer anúncios aos domingos. Estávamos apenas havia dois anos em nossa transição para igreja em células e tentando dizer “não” a novos programas.

Eu lhe disse: “Juan (nome fictício), você precisa organizar as células para suprir necessidades sociais. Os membros das células não somente conhecem as necessidades daqueles que frequentam a célula, mas eles também sabem quais são as necessidades da comunidade. Eles têm mais habilidade para suprir as necessidades materiais”. Porém Juan queria fazer os anúncios, e ficamos tentando integrar essa visão ao ministério de igreja em células. Tive dificuldade em integrar Juan e sua visão durante meu tempo na Igreja República.

Na maioria das igrejas, o orçamento comporta algum dinheiro para suprimento de necessidades materiais dos membros. Algumas igrejas formam um comitê para distribuir fundos para pessoas em necessidade (tanto membros como não membros). Se um membro da igreja ou uma pessoa na rua tem alguma necessidade física, ele ou ela pode buscar o comitê para receber ajuda. Creio que as células são um meio melhor para fazer isso.

Os membros da célula se conhecem. Os líderes de célula sabem o que está acontecendo na vida dos membros da célula e da comunidade ao seu redor. A célula pode levantar uma oferta especial para suprir uma necessidade específica de um membro da célula ou para ajudar alguém da comunidade. Também conheci igrejas que têm distribuído o “fundo beneficente” às células. Um pastor de células no Canadá entregou 300 dólares a cada célula por ano para ministrar às pessoas necessitadas (seja dentro ou fora da célula).

Um das células dessa igreja investiu seu tempo e dinheiro com uma família pobre da escola que não era cristã, cujo pai estava sofrendo de um câncer terminal. O pai, que acabou falecendo, havia pedido à igreja para fazer o funeral. Os pais do falecido (a mãe era devota de Testemunhas de Jeová) foram tão tocados que começaram a frequentar a igreja.

Como vocês estão suprindo as necessidades materiais dos membros em sua igreja? E as da comunidade?

Sobre o autor:

, é uma das maiores autoridades mundiais sobre o movimento de igrejas em células. Tem PhD em crescimento da igreja pelo Seminário Teológico de Fuller. Foi missionário no Equador.


Texto extraído: www.revistamda.com.br