Todo mundo discipulado

foto (2)Uma das “tradições” no movimento de igrejas em células têm sido a abertura para aprender com todos os modelos. É verdade que existem aqueles que têm defendido seu modelo como “a última palavra” na maneira de se fazer células, mas eles são a grande minoria. Muitos líderes das igrejas em célula acolhem novas ideias e são muito receptivos para aprender com outros modelos.

A única coisa que temos que checar num modelo é a base bíblica para sua estrutura e funcionamento. Quando se trata de discipulado, ninguém sequer questiona a importância de se praticar o discipulado dentro da igreja local, visto que o Novo Testamento é muito rico em exemplos disso acontecendo em diferentes níveis.

A grande questão que paira é: Será que nós devemos, como uma igreja em células, ter um “processo” onde nós esperemos que todos os membros sejam discipulados um a um, ou isso deve ser algo opcional – mesmo encorajado pela liderança?

Eu respeito absolutamente os que pensam que o discipulado um a um deve ser opcional, e compreendo que Deus pode guiar diferentes líderes de igrejas locais de formas diferentes quanto à melhor maneira de guiar seu rebanho, no contexto da sua congregação. E mesmo que na nossa prática esperamos que todos os membros sejam discipulados um a um, creio que temos muito que aprender com os modelos de igrejas em células que não praticam necessariamente nossa metodologia.

Na Igreja da Paz aqui no Brasil nós esperamos que todos os cristãos sejam discipulados um a um, e que oportunamente discipulem pelo menos duas outras pessoas, também um a um. Pela graça de Deus, temos visto um crescimento explosivo, e o que é ainda mais empolgante, uma qualidade maravilhosa nos resultados! Se você perguntar a qualquer um dos nossos 66.000 membros da Igreja em Santarém sobre a razão porque cresceram tanto, eles sempre terão a mesma resposta: célula e discipulado!

Em nossa experiência, quanto mais enfatizamos a Grande Comissão (Jesus não disse para fazer convertidos. Ele disse “ide e fazei discípulos”), mais nossas células se multiplicaram! Ao invés de competir com as células, o nosso processo de discipulado tem na verdade fortalecido a qualidade das células, e por esse motivo está causando uma extraordinária explosão de crescimento e multiplicação.

No MDA (Modelo de Discipulado Apostólico), cada cristão inserido na igreja local tem um discipulador. Desde o mais novo convertido até o pastor principal, todos são discipulados um a um, e continua sendo discipulado até que ele vá viver com o Senhor.

É claro que o discipulado ocorre em um cronograma amoroso e flexível, e sempre dentro do contexto das células: pastores de área discipulam um a um os supervisores de célula; supervisores discipulam um a um os líderes de célula; líderes de célula discipulam um a um seus líderes em treinamento; líderes em treinamento discipulam um a um nas microcélulas. Pela graça de Deus, temos mais de 35.200 reuniões de microcélulas toda semana, somente na Igreja de Santarém!

E isto é só o começo!

revista_mda_04_FINALExtraído da Revista MDA – Ano I – Nº 03/2014  –  Abe Huber

Abe Huber é diretor e pastor presidente da Base Regional da Igreja da Paz Fortaleza (CE) e supervisor da Igreja da Paz Sede Regional Santarém (PA). Idealizador e gestor da Visão MDA. Além de autor de livros, manuais e apostilas, é também pregador e palestrante em eventos nacionais e internacionais.

Adquira a Revista MDA: assinatura@revistamda.com

comercial@revistamda.com

 

, Artigos

Artigos do seu Interesse